Complexo de Formação de Professores

Em face aos desafios político-epistemológicos que interpelam as universidades públicas em nosso país, exigindo um reposicionamento dessas instituições no cenário político contemporâneo, a UFRJ está profundamente empenhada em contribuir de forma sistemática e permanente na construção de uma política de formação docente da educação básica que vem se delineando em torno da ideia de um Complexo de Formação de Professores.

A proposta de construção desse complexo envolve um duplo movimento – interno e externo da UFRJ – que, embora tenham suas singularidades, precisam ser compreendidos de forma articulada. O movimento interno consiste na busca de caminhos institucionais que permitam a emergência de um espaço de diálogo e de decisão – uma “casa comum” – que acolha as ações de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas em unidades, cursos, por sujeitos-docentes/técnicos envolvidos diretamente com experiências de formação inicial e continuada dos docentes da educação básica na UFRJ.  O segundo movimento – externo - implica em mapear as escolas públicas parceiras no processo de formação docente desenvolvido pela UFRJ com o objetivo de otimizar a intervenção dessa instituição. Isso implica no estreitamento do diálogo com as secretarias municipais e estadual de educação do Rio de Janeiro, bem como com os movimentos sociais que interpelam as instituições de formação do ensino superior e da educação básica.

Esta tarefa exigirá uma articulação fina, consistente e constante com as múltiplas experiências institucionais de formação docente que são desenvolvidas no âmbito da UFRJ, com as escolas públicas bem como com as inúmeras instâncias da sociedade civil.

 

 

notícias  números