“Diálogos cariocas” aborda meio ambiente no Fórum

 As políticas de controle ambiental do Governo do Estado, como a adoção de critérios de balneabilidade nas praias e a obrigatoriedade de vistoria anual de veículos para redução dos níveis de poluição, foram debatidas na tarde desta terça, dia 30, no ciclo de debates “Diálogos cariocas”, realizado pelo Fórum de Ciência e Cultura no campus da Praia Vermelha. Antônio Carlos Freitas de Gusmão, presidente da Comissão Estadual de Controle Ambiental, afirmou que os investimentos na área ambiental são fundamentais principalmente para o turismo.

“O Estado tem uma vocação absoluta para a natureza. Basta verificarmos o número de aberturas de novelas e filmes que mostram as belezas naturais do Rio. Temos uma diversidade ambiental em uma única cidade”, exaltou Gusmão.

Segundo ele, uma das prioridades é controlar o nível de emissão de gases poluentes pelos veículos que circulam no Estado. Os automóveis, afirmou Gusmão, são os grandes vilões ambientais na área urbana. “Estamos dialogando com todos os envolvidos, do fabricante de veículos, passando pelos produtores de combustíveis, até o usuário. O Rio é o único Estado do país a fazer a vistoria de veículos. Tornou-se uma coisa de vanguarda no país”, lembrou o palestrante. 

Gusmão destacou que a melhoria da qualidade de vida nos grandes centros urbanos passa pela conscientização ambiental de todos os cidadãos. A reciclagem é um exemplo da importância da educação ambiental. “Somos campeões mundiais de coleta de latas. Hoje existem milhares de pessoas vivendo com dignidade de coisas que costumamos jogar fora”, afirmou o convidado do projeto “Diálogos cariocas”.

Após a palestra, teve início o debate com outros especialistas na área ambiental. Participaram Fernando Walcacer, professor do Departamento de Direito da PUC-Rio, onde leciona Direito Ambiental, Roberto Ainbinder, urbanista e autor do livro “Árvore cidade: Rio de Janeiro”, e Adilson Gil, superintendente regional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O “Diálogos Cariocas” prossegue amanhã, dia 1º de julho, com o tema “Medo, violência e liberdade”. Na sexta-feira, dia 3, a palestra “Rio: favela ou bairro?” encerra o ciclo de debates. O evento ocorre sempre das 14h às 18h, no Salão Dourado do Fórum de Ciência e Cultura, no campus da Praia Vermelha. O endereço é av. Pasteur 250.

Para ler a reportagem sobre a primeira palestra do evento, clique aqui.