Uma carta aberta das mulheres da ciência

Após o resultado das eleições nos Estados Unidos, um grupo de mulheres se reuniu para manifestar sua crença no progresso científico e assumiu o compromisso de buscar uma sociedade mais inclusiva, combatendo a desigualdade e incentivando a presença feminina na ciência. Atualmente, o documento conta com mais de dez mil assinaturas oriundas de diversos países. 

Leia abaixo a carta aberta das mulheres da ciência, traduzida para o português.

 

NOSSO COMPROMISSO

A ciência é fundamental para uma sociedade progressista, impulsiona a inovação e toca a vida de todas as pessoas do planeta. Os sentimentos avessos ao conhecimento e à ciência manifestos repetidas vezes durante a eleição presidencial dos Estados Unidos ameaçam os fundamentos da nossa sociedade. Nosso trabalho como cientistas e nossos valores como seres humanos estão sendo atacados. Temos receio de que o progresso científico e o ímpeto de enfrentar nossos maiores desafios, incluindo a atenuação dos piores impactos das mudanças climáticas, enfrentem grandes obstáculos durante o próximo governo norte-americano. Nosso planeta não pode se dar o luxo de perder tempo.

Nesta nova era anticiência e de desinformação, nós, mulheres cientistas, reafirmamos nosso compromisso de construir uma sociedade mais inclusiva e com iniciativas científicas. Rejeitamos a retórica de ódio que ganhou voz na última eleição presidencial dos Estados Unidos, foi direcionada a grupos minoritários, mulheres, LGBTQIA, imigrantes e pessoas com deficiência e tentou desacreditar o papel da ciência em nossa sociedade. Muitas de nós nos sentimos pessoalmente ameaçadas por essa retórica divisiva e destrutiva e nos unimos na busca por compreensão, força e um novo caminho para o futuro. Somos membros de grupos raciais, étnicos e de minorias religiosas. Somos imigrantes. Somos pessoas com deficiência. Somos LGBTQIA. Somos cientistas. Somos mulheres.

Em todo o mundo, as mulheres cientistas enfrentam discriminação, desigualdade salarial e oportunidades reduzidas. Nosso trabalho para superar a degradação do papel da ciência em nossa sociedade a longo prazo não começou na última eleição, mas foi ela que nos reanimou. Como mulheres cientistas, estamos em uma posição que nos permite tomar medidas para aumentar a diversidade na ciência e em outras disciplinas. Resolvemos continuar buscando nossos objetivos com paixão renovada e encontrar soluções inovadoras para os problemas que enfrentamos nos Estados Unidos e em outros países. Juntas, nos comprometemos a:

  • identificar e reconhecer desigualdades estruturais e preconceitos que afetam o potencial de todos os indivíduos de alcançar seus objetivos;
  • buscar a igualdade e combater a desigualdade, a discriminação e a violência;
  • buscar fortalecer o apoio a grupos tradicionalmente sub-representados para que participem integralmente e sejam líderes na ciência;
  • apoiar a educação e a carreira de todos os cientistas;
  • ultrapassar os limites das nossas disciplinas de pesquisa para comunicar nossa ciência e envolver o público;
  • entender que todos os dias são uma oportunidade de demonstrar a meninas e mulheres que elas não são apenas bem-vindas, mas necessárias na ciência;
  • criar exemplos por meio de tutorias e do estabelecimento de uma atmosfera de incentivo e colaboração, não apenas de divisão;
  • usar a linguagem da ciência para criar pontes entre as divisões que separam as sociedades e aumentar a diplomacia mundial.

 

Hoje convidamos as mulheres da ciência e nossas colegas para declarar nosso apoio umas às outras e a todas as minorias, pessoas com deficiência e LGBTQIA. Nosso trabalho científicoé mundial, mas também agiremos nas nossas próprias comunidades e trabalharemos para a criação de uma sociedade inclusiva, em que ciência e conhecimento não sejam inalcançáveis e todos tenham a oportunidade de desenvolver ao máximo seu potencial. 

COMO MULHERES NA CIÊNCIA, COMO MODELOS PARA MENINAS E MULHERES, COMO LÍDERES EM NOSSAS COMUNIDADES, ACEITAMOS ESSE DESAFIO. JUNTE-SE A NÓS.

 

NOSSA MISSÃO 

A MISSÃO DO “500 WOMEN SCIENTISTS” É PROMOVER UMA COMUNIDADE CIENTÍFICA DIVERSA E INCLUSIVA QUE BUSQUE SOLUÇÕES CIENTÍFICAS PROGRESSISTAS PARA DESAFIOS LOCAIS E MUNDIAIS.

PARA CUMPRIR NOSSA MISSÃO:

    1. empoderamos mulheres para que desenvolvam todo seu potencial na ciência;
    2. aumentamos o letramento científico por meio do envolvimento do público;
    3. lutamos pela ciência e por igualdade.

NOSSOS VALORES ESTÃO BASEADOS EM:

  • reconhecer que a ciência toca a vida de todas as pessoas do planeta;
  • lutar por um papel forte da ciência na sociedade;
  • identificar e reconhecer preconceitos e desigualdades estruturais na ciência;
  • buscar igualdade e combater a desigualdade, a discriminação e a violência;
  • buscar desenvolver e fortalecer o acesso de grupos tradicionalmente sub-representados para que participem integralmente e sejam líderes na ciência;
  • apoiar a educação e a carreira de todos os cientistas;
  • aumentar a tutoria científica e incentivar a criação de uma atmosfera de colaboração;
  • ultrapassar os limites das nossas disciplinas de pesquisa para comunicar nossa ciência e envolver o público;
  • usar a linguagem e as maravilhas da ciência para construir pontes entre as divisões que separam sociedades e aumentar a diplomacia mundial.

 

Tradução: Glauber Rosa

Clique aqui para ver o texto original, em inglês.