Universidade lança campanha Brasil pra Quem

No dia 18/5, a Universidade Federal do Rio de Janeiro lança a primeira fase da iniciativa Brasil pra Quem, que pretende intervir em temas que vão determinar o futuro da sociedade e da população brasileira. Questão indígena, mudanças climáticas globais, reforma do ensino médio, ciência e futuro, reforma trabalhista, Estado e violência são apenas alguns dos temas a ser discutidos por membros da comunidade científica e da sociedade.

O objetivo é que, ao promover o debate, a UFRJ também cumpra sua função pública, disponibilizando conhecimentos produzidos em pesquisas e ajudando a problematizar e analisar em profundidade os grandes dilemas que o país está vivendo. Assim, o primeiro tema a ser discutido será a reforma da Previdência, motivo de bastante divergência entre os principais afetados. Participarão do encontro o professor da Escola Politécnica da UFRJ, José Miguel Bendrao Saldanha, e o vice-presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil, Eduardo André Brandão.

“Nós temos estudos resultantes de pesquisas de muitos anos que permitem uma interpretação diferente, para a chamada crise da Previdência,  da fornecida pelos grandes meios de comunicação”, afirma Roberto Leher, reitor da UFRJ. Para ele, quando a Universidade indaga “Brasil pra Quem?”, ela está dando uma contribuição que é própria das instituições de ensino superior. “Queremos disponibilizar o melhor da ciência para tornar pensáveis os problemas que afligem a sociedade e que podem marcar o futuro da vida das pessoas”, explica.

O primeiro evento será realizado na quinta-feira (18/5), às 9h, no auditório do Centro Cultural Professor Horácio Macedo (Roxinho), na Cidade Universitária.