UFRJ acionará polícia para investigar crime de ódio

A Reitoria da UFRJ tomou conhecimento nesta sexta-feira (26/5) de manifestações de teor nazista, racista e machista no Diretório Central dos Estudantes (DCE Mário Prata), na Praia Vermelha. Assim que informada sobre o caso, a Administração Central, por meio da Superintendência Geral de Políticas Estudantis (SuperEst), entrou em contato com o DCE, oferecendo apoio institucional.

A Reitoria abrirá procedimento interno para averiguar o caso e registros de pichações de cunho nazista no campus. Também acionará as Polícias Civil e Federal para a apuração da apologia ao nazismo que, destacamos, configura crime. Trata-se de uma ação isolada, de ultradireita, que se manifesta de forma apócrifa justamente por não encontrar qualquer respaldo no corpo social da Universidade.

Convocamos a comunidade universitária a não tolerar manifestações do tipo, formalizando imediatamente denúncias à Ouvidoria Geral (ouvidoriaOBFUSCATED__EMAIL__SYMBOLouvidoria.ufrj.br) e comunicando casos de violência de qualquer tipo à campanha permanente Não se Cale, no e-mail contatoOBFUSCATED__EMAIL__SYMBOLnaosecale.ufrj.br.

Reitoria da UFRJ

26/5/2017