Time Solar Brasil vence desafio de embarcações solares

Foto: Divulgação/ Equipe Solar Brasil

A equipe Solar Brasil, formada por alunos de diversos cursos da UFRJ, venceu a edição 2017 do Desafio Solar Brasil (DSB) na categoria monocasco. Maior competição de rali de barcos solares no país, o DSB promove a integração entre instituições de pesquisa e o desenvolvimento tecnológico no país.  

A equipe completa, em 2018, dez anos de sua criação. Os 16 alunos da formação atual estão divididos em áreas como elétrica, construção do casco e logística, nas quais aprendem a lidar não só com problemas na produção do barco, mas também com questões administrativas e de divulgação.

Na edição deste ano do Desafio Solar Brasil, a equipe da UFRJ firmou parceria com a Escola Naval tanto em questões tecnológicas quanto de conhecimento. Segundo Alexandre Alho, professor do curso de Engenharia Naval da Escola Politécnica, a relação com a Marinha vem sendo extremamente frutífera para a Solar Brasil, com a cooperação técnica e tecnológica da instituição.

A parceria seguirá para o maior evento da área, o mundial Dutch Solar Challenge, que acontece na Holanda em junho.  Aluno de Engenharia Naval e capitão da equipe,  Giuseppe Rinvenuto conta que a Solar Brasil pretende construir uma nova embarcação com o apoio da Marinha para chegar ainda mais competitiva nesse desafio. O time da UFRJ já é tradicional na competição, tendo conquistado avanços na área, representando o país e a Universidade.  

Alho afirma que, nas primeiras edições do mundial, o Brasil era visto como um país exótico e fraco dentro da competição, mas que essa visão mudou nos últimos anos, com o crescimento da Solar Brasil. “A equipe campeã da última edição teve todo o barco montado por terceiros, enquanto a nossa embarcação é projetada, desenvolvida e montada completamente dentro da UFRJ. Esse é o papel da universidade pública: fazer inovação e engajar os alunos”, afirma.