Conhecendo a UFRJ recebe alunos do ensino médio

Foto: Raphael Pizzino

A Escola de Educação Física e Desportos (EEFD) recebeu, entre os dias 22/5 e 24/5, o Conhecendo a UFRJ 2018. A 14ª edição do evento contou com mais de 18 mil pessoas, entre estudantes e professores do ensino médio, além de alunos, docentes e técnicos-administrativos da Universidade. 

Foto: Raphael Pizzino

    A mesa de abertura contou com a presença do reitor, Roberto Leher, dos pró-reitores de graduação, pós-graduação e extensão e de representantes do Centro de Ciências da Saúde (CCS) e da EEFD. Maria Malta, pró-reitora de extensão, reforçou o papel social da universidade pública, tanto na inclusão quanto na produção do conhecimento. “A educação é essencial não apenas para a sociedade conhecer, mas também para resolver seus problemas”, disse. Malta ressaltou a importância do Conhecendo a UFRJ para que os estudantes conheçam tudo o que a Universidade oferece, tanto em questão de cursos quanto de estrutura. 

    Eduardo Serra, pró-reitor de graduação, lembrou que, mesmo com a crise e os constantes cortes de verbas, a UFRJ continua sendo a maior universidade brasileira, com mais de 160 cursos com vagas de acesso para 2019.“Oferecemos uma formação com bases científicas sólidas para que o aluno desenvolva seu próprio conhecimento”, afirmou. 

 Leher reconheceu o trabalho dos envolvidos na produção de mais uma edição do evento e agradeceu a todos os professores das escolas de ensino médio que se empenharam para permitir que seus alunos tivessem uma oportunidade como esta. O reitor pediu aos estudantes que escutem seus corações e não cedam às pressões externas para escolherem suas futuras carreiras. “Trabalhem fazendo o novo, produzindo conhecimento para lutar contra os dilemas que são postos na nossa sociedade”, defendeu. 

  

Foto: Raphael Pizzino

 O Conhecendo a UFRJ contou com 159 palestras, 70 estandes de cursos e áreas administrativas, quatro circuitos de visitas guiadas e 12 atrações culturais, que mostraram a diversidade da UFRJ. Angela Crispim, 17 anos, é aluna do Colégio Estadual Jornalista Tim Lopes e estava em dúvida entre os cursos de Letras e Física, mas conheceu a Fonoaudiologia durante o evento. “Está sendo uma experiência incrível, pois tive uma orientação vocacional e uma ótima apresentação dos cursos. Eu estava estudando pro Enem sem saber pra qual curso, mas agora eu pude me decidir”, comemorou.