PR-7 promove saúde e lazer por meio do esporte

A Pró-Reitoria de Políticas Estudantis (PR-7) está com novidades em seus projetos esportivos, criando oportunidades de interação e desenvolvimento. Entre as principais mudanças estão a expansão do Programa Esporte e Lazer (PEL) e a primeira edição dos Jogos Universitários das Instituições Públicas (Juip). 

O edital para as vagas de 2018 do PEL, cujas inscrições foram realizadas em abril, trouxe novidades significativas. O então Programa Esporte Participação (PEP) mudou de nome para incluir não só esportes tradicionais, mas também outros tipos de atividades, como o treinamento funcional e aulas de dança. Segundo Luiz Felipe Cavalcanti, pró-reitor de Políticas Estudantis, essas mudanças surgem da necessidade de se compreender as atividades de maneira mais ampla e de oferecer outros tipos de modalidades. 

Nesse contexto foi realizada, no dia 16/5, a primeira Oficina de Ioga, que buscava conhecer o interesse do público pela prática e fazer inscrições para futuras aulas. A expectativa inicial era de 30 vagas, mas a procura surpreendeu, com mais de 75 pessoas já na primeira atividade. Com essa demanda, a PR-7 procura maneiras de ampliar a oferta com mais vagas e aulas. 

Cavalcanti conta que o PEL passa pela expansão de modalidades  e pela expansão física também. “Queremos chegar a outros lugares o mais breve possível. Teremos atividades no campus Xerém ainda este ano e estamos estudando oferecer atividades na Praia Vermelha e em Macaé”, afirma. 

Outra boa-nova é a primeira edição dos Jogos Universitários das Instituições Públicas (Juip), que acontece em 23 e 24/6. A iniciativa tem a parceria da Escola de Educação Física e Desportos (EEFD) e instituições públicas de ensino: a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio de Janeiro (IFRJ). 

A primeira etapa, que acontece no campus do Fundão, contará com competições em 11 modalidades diferentes, entre elas basquete, futebol de campo, futsal, judô, natação e corrida de 5 quilômetros, divididas nas categorias “masculina” e “feminina”. O evento terá, ainda, oficinas de corrida de orientação, hóquei sobre grama e corfebol. 

Para Cavalcanti essa é uma oportunidade de pautar uma discussão sobre o esporte fugindo da lógica aplicada atualmente em outros jogos que funcionam em parceria com as federações esportivas e impedem, muitas vezes, a maior inclusão. “Queremos o crescimento do escopo de participação e integrar melhor as instituições”, conclui.