Febraban diz que bancos não pediram demissão de reitor da UFRJ

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) desmentiu notícia de que os banqueiros teriam pedido a demissão do reitor da UFRJ, Roberto Leher, em troca de apoio à reconstrução do Museu Nacional. A informação foi publicada na quarta-feira, 5/9, pelo jornal Correio Braziliense.

Confira a resposta da entidade, solicitada pela Comunicação da Associação de Docentes da UFRJ (Adufrj):

“Os representantes de bancos e empresas reunidos ontem com o presidente Temer e seus ministros trataram, unicamente, da resposta positiva do setor produtivo ao pedido de apoio financeiro para ajudar na recuperação e manutenção do patrimônio histórico nacional, nossa própria história, base da nossa cultura. Não houve nenhuma sugestão, pedido e muito menos reivindicação em relação a nomeação ou exoneração de agentes públicos, ou qualquer interferência em atribuições de governo.”