Câmara aprova emenda de R$ 55 milhões para recuperação do MN

A bancada dos deputados do Rio de Janeiro na Câmara Federal, em reunião na terça-feira (30/10), aprovou uma emenda impositiva de R$ 55 milhões em benefício do Museu Nacional (MN). O valor será destinado aos projetos básicos e executivos arquitetônicos e museológicos, à consolidação e recuperação estrutural das fachadas do palácio e à reconstrução das coberturas. O montante referente à recuperação das áreas internas e à implantação das novas exposições ainda será orçado.

O reitor da UFRJ, Roberto Leher, esteve presente na reunião, que contou ainda com a participação de representantes do Museu, inclusive o diretor, Alexandre Kellner. "O Museu Nacional é um precioso patrimônio público que precisa de rubricas orçamentárias. É necessário incluir na Lei Orçamentária Anual as instituições museais e demais prédios tombados", afirma o reitor, que propõe uma reunião de trabalho entre as comissões de Cultura, Educação e Ciência e Tecnologia ainda em 2018.

O Museu e a UFRJ seguem nas tratativas para aprovação, pelos parlamentares, de emendas individuais em prol dos laboratórios e setores do MN. “O Museu Nacional, instituição relacionada à nossa leitura de tempo mais profunda, reúne um conjunto de conhecimentos necessários a um projeto de nação. As instituições tombadas pelo Iphan, sem orçamentos próprios, precisam sair da situação de invisibilidade”, analisa Leher.