Parque inaugura novo ciclo da Galeria Curto Circuito

Obra "Eu sou a noite sem fim", de Matheus Simões Foto: Divulgação/Parque

O Parque Tecnológico lançou, no dia 4/12, o terceiro ciclo da Galeria Curto Circuito com cinco obras inéditas de alunos da Escola de Belas Artes (EBA). Com essa nova fase, a iniciativa passa a integrar os projetos de extensão apoiados pela Pró-Reitoria de Extensão (PR-5).

A galeria, organizada pelo Parque em parceria com a EBA, pretende promover a arte e a ocupação dos espaços, tornando a área um local para a experimentação e inovação artística. O novo ciclo tem obras com forte caráter social e que retratam temas como diversidade de gênero e sustentabilidade, utilizando realidade aumentada e bioconstrução. 

Entre as peças expostas, está “Eu sou a noite sem fim”, de autoria de Matheus Simão. A obra é uma homenagem ao aluno da UFRJ Diego Vieira Machado, assassinado em 2016. Com 343 pontos de luz, a instalação faz uma referência ao número de homossexuais assassinados no mesmo ano por crimes de homofobia. 

A visita é gratuita e aberta ao público. Saiba mais sobre a Galeria e sobre todas as obras expostas nos três ciclos da iniciativa no site do Parque.