2019: resgatar a força emancipatória das palavras!

Mensagem do reitor e da vice-reitora da UFRJ

As palavras, lembra-nos Bakhtin, estão imersas nas lutas dos povos e, nestas, disputam hegemonia de sentido. Devemos celebrar (isso mesmo, celebrar!) o fato de que estamos desafiados a resgatar o sentido de palavras como liberdade, democracia, igualdade, solidariedade, comum, alteridade, direitos humanos, universalismo, conhecimento, ciência, autonomia da razão, educação, afeto, amor, saúde, entre tantas outras tornadas belas pelos que lutam. 

Ao longo dos séculos, pessoas sensíveis, generosas e inventivas se apropriaram dessas palavras para forjar nossa generalidade como humanos. Que o ano de 2019 seja de reconstrução da força emancipatória dessas palavras!  

Roberto Leher e Denise Nascimento