UFRJ realiza novos procedimentos de matrícula para autodeclarações

Mulheres negras participam de protesto
Foto: Ana Marina Coutinho - Coordcom/UFRJ

A UFRJ realiza, até 13/2, uma série de procedimentos para a matrícula dos estudantes que buscam vagas por meio de ações afirmativas.  Os processos de heteroidentificação, análise socioeconômica e validação da condição de pessoa com deficiência visam tornar o ingresso por cotas mais justo e eficiente. As etapas são eliminatórias e regidas por edital.

A heteroidentificação, processo que analisa o recorte racial, conta com 1.053 candidatos classificados: 984 para o Rio de Janeiro e 69 para Macaé. A análise socioeconômica teve 879 classificados para concorrerem às vagas disponíveis para estudantes de baixa renda – dentre eles, 827 almejam cursos na capital e 52 na cidade de Macaé, na Região dos Lagos. Já o procedimento de validação da condição de pessoa com deficiência tem 75 alunos que buscam o ingresso nas ações afirmativas, de maneira cumulada ou não com as outras.

Todos os procedimentos realizados acontecem nas cidades do Rio de Janeiro e no campus Macaé. Para mais informações, entre em contato com a Pró-Reitoria de Gradução (PR-1).