Consuni emite moção de pesar pelo falecimento de Miriam Lemle


foto: Reprodução

Na última quinta-feira, 13/2, o Conselho Universitário (Consuni), órgão máximo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), emitiu moção de pesar pelo falecimento da professora Miriam Lemle. A Reitoria da UFRJ já havia emitido nota de pesar.

Leia na íntegra:

O Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro, reunido em sessão de 13 de fevereiro de 2020, expressa com imensa dor e pesar a perda de nossa Professora Emérita Miriam Lemle, da Faculdade de Letras, na área de Linguística, e uma das maiores estudiosas e perpetuadoras dos estudos de Gramática Gerativa no Brasil e no exterior. A Profª Miriam Lemle era catedrática do Gerativismo, orientadora e pesquisadora do CNPq, Qualis A1, formadora de primeira linha dentro e fora da UFRJ.
 
Será uma perda sem precedentes para os estudos da Linguística Gerativa em nosso campo do saber.
 
Seu vastíssimo currículo não deixa nenhuma dúvida quanto a seu empenho e comprometimento acadêmicos. E seu contato acadêmico-profissional como Prof. Noam Chomsky também sofrerá uma perda irreparável.
 
A UFRJ lamenta essa perda com profundo pesar e estende os sentimentos à sua família.