Nota de pesar


foto: Faperj

Foi com profundo pesar que a Reitoria da UFRJ teve ciência, na segunda-feira (22/2), do falecimento da professora titular Cheila Gonçalves Mothé. Sem dúvida, uma grande perda para a comunidade acadêmica não só da Escola de Química (EQ) como de toda a UFRJ.

Cheila graduou-se em Engenharia Química pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), fez mestrado em Ciência e Tecnologia de Polímeros pela UFRJ e doutorado em Química pela Universidade de São Paulo (USP). Realizou dois estágios pós-doutorais: um em Análise Térmica e Reologia pela Universidade Cornell e outro na Universidade Estadual de Cleveland, ambos nos Estados Unidos.

A pesquisadora atuou principalmente nas áreas de análise térmica e reologia de materiais, compósitos, polímeros, produtos naturais, petróleo, biodiesel e alimentos. Com mais de quatro centenas de trabalhos publicados em periódicos e congressos nacionais e internacionais, Cheila orientou mais de 50 dissertações de mestrado e teses de doutorado e mais de 120 estudantes de iniciação científica.

Agraciada com diversos prêmios, entre eles o Oscar Niemeyer e o do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ), a docente foi presidente da Associação Brasileira de Reologia (ABR), entre 2012 e 2020. Também presidiu a Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos (SBCTA), Regional RJ, nas gestões 2007-2010 e 2015-2016.

A Reitoria presta condolências à família e aos amigos. Desejamos à professora Michelle Mothé e a toda a família muita força neste momento difícil.

Reitoria da UFRJ
24/2/2020