Nota de esclarecimento

Tubos de ensaio com água
foto: Reprodução/IMPG-UFRJ

Sobre a possível contaminação da água provida pela Cedae

 

Está circulando um áudio que trata da situação da água da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) do Rio de Janeiro que faz referência a um profissional que seria oriundo do Departamento de Microbiologia da Universidade. Esse profissional teria dito, entre outras informações, que análises da água local revelaram “intensa contaminação por coliformes fecais”. A direção do Instituto de Microbiologia Paulo de Góes (IMPG) da UFRJ confirmou que nenhum docente da unidade emitiu essa mensagem e outras contidas no áudio.

O IMPG está em contato com núcleos de estudiosos sobre o tema na UFRJ e espera-se ter, em breve, uma carta unificada da Universidade sobre o estado da água fornecida pela Cedae.