Nota de Pesar

Com pesar, comunicamos o falecimento da professora emérita Eloisa Biasotto Mano, em 8/6, aos 94 anos. A Reitoria presta suas condolências aos familiares e amigos da docente.

Mano, cujo nome batiza o Instituto de Macromoléculas (IMA), foi professora da Escola Nacional de Química (1959-1966) e do Instituto de Química (1967-1976). Posteriormente, lecionou no IMA, onde, mesmo depois de se aposentar, prosseguiu com sua pesquisa e docência como emérita.

Em sua brilhante trajetória acadêmica, tornou-se referência mundial em ciência e tecnologia de polímeros, com 17 livros editados, mais de 200 trabalhos publicados em periódicos nacionais e internacionais, 326 comunicações em congressos e  6 patentes.

Dentre os diversos prêmios que recebeu ao longo de sua carreira, estão a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico (2000), concedida pelo Governo Federal; a medalha Simão Matias (2001), oferecida pela Sociedade Brasileira de Química; e a comenda máxima Educatio et Labor (2004), conferida pelo Senai/RJ e  pelo Sistema Firjan.